•  (31) 3223.2037
  •  Whatsapp: (31) 99185.0000

O PROCESSO HOFFMAN EM HARVARD

Como o Processo Hoffman contribui com a formação de líderes na Universidade Harvard?

Por três anos consecutivos grupos diversificados de ex-alunos da Universidade Harvard participaram do Processo Hoffman com excelentes resultados.

Em 2005, a mundialmente reconhecida Escola de Governo John F. Kennedy (KSG) da Universidade Harvard, juntamente com US News & World Report, conduziu uma pesquisa que concluiu que a maioria dos líderes atuais está preparada para atuar bem dentro do sistema já estabelecido, em vez de estarem preparados para dirigir de forma excepcional o sistema para o bem comum.

O estudo da KSG destacou qualidades como a autenticidade, a visão, a paixão e a liderança de coração-para-coração como essenciais para a liderança extraordinária. Todas as qualidades relacionadas aos aspectos Emocionais e Espirituais, que não constam no currículo de nenhuma universidade tradicional.

Estas qualidades coletivamente denominadas “Lado Interior da Liderança” foram inicialmente consideradas em 2006, quando 40 ex-alunos do Centro para Liderança Pública de Harvard participaram do Processo Hoffman de oito dias, seguido por cinco Sessões de Aconselhamento de Líderes com os seus professores do Processo.

Os alunos que participaram do Processo Hoffman notaram melhorias em suas experiências acadêmicas na Harvard, e ponderam sobre os reflexos benéficos que estas melhorias trarão nas suas atuações como líderes e em suas vidas pessoais.

Devido à popularidade e sucesso do programa no Centro para Liderança Pública, membros de outras escolas profissionais na Harvard expressaram interesse em participar. O Processo Hoffman é preparado para transformar modelos improdutivos de pensamento e comportamento em excelência pessoal e, consequente e comprovadamente, profissional. Liderança não pode ser ensinada, mas pode ser aprendida. E o Processo Hoffman apresenta a metodologia mais completa para levar os participantes para o coração e a alma das suas capacidades intrínsecas de liderança, onde este profundo autoconhecimento se torna disponível.

A maioria do investimento para a realização do Processo Hoffman na Harvard foi custeada pela generosa doação anual de Steve e Joan Belkin, que são membros da diretoria do Hoffman Institute. Mr. Belkin, um ex-aluno da Harvard Business School, é o fundador e presidente da Trans National Group. Outros incentivadores do Processo Hoffman em Harvard são Ken e Margie Blanchard, John Carlson George Goldsmith, Jay Hagenburch, Bob Hernreich, Adam e Jenny Keller, Paul e Kathis Mozonson, David e Janet McCue Carol Sawyer Parks, Alan e Susan Solomont, e Mac Van Wielingen.

Política de Privacidade

O Instituto Hoffman do Brasil se importa com a proteção da sua privacidade. Esta Política de Privacidade vem esclarecer a maneira pela qual coletamos e usamos suas informações pessoais.

Leia com atenção!